Geral

Serviços ao
Consumidor

Notícias Celesc

27.08.19

Celesc repassa R$ 665 mil aos Fundos da Infância e Adolescência e do Idoso

webCelesc repassa recursos a FIA e FEI crédito Heda Wenzel Divulgação Celesc

Diretor de Regulação, Fabio Valentim, e governador Carlos Moisés entregam cheques ao FIA e ao FEI. (Crédito: Heda Wenzel/Divulgação Celesc)

Em cerimônia na Casa da Agronômica na tarde desta terça-feira, 27, o Governador Carlos Moisés recebeu os representantes da Celesc e dos Fundos da Infância e do Adolescente (FIA) e Estadual do Idoso (FEI) para a entrega simbólica de dois cheques, no valor de R$ 332,5 mil cada, para as duas instituições.

Representando a Celesc, o diretor de Regulação, Fábio Valentim (à direita do Governador Moisés, na foto), ressaltou a satisfação da Empresa em poder contribuir, mais uma vez, no segmento de projetos importantes desenvolvidos pela Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho e Habitação, junto a seus conselhos executivos, e que atendem especialmente o público infantil, infanto-juvenil e, agora, de forma mais recente, os idosos. “A Celesc já desenvolve várias ações de responsabilidade social, é algo que está no nosso dia a dia. Esse repasse vem para ajudar instituições que efetivamente acolhem as duas causas”, reforçou Valentim.

A secretária Maria Elisa de Caro (primeira à esquerda, na foto) destacou que a Celesc é a empresa que, até o momento, mais aportou recursos nos projetos produzidos pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA/SC). “Esse tipo de parceria ajuda a viabilizar projetos e políticas públicas com impacto direto na sociedade”, disse.

O governador agradeceu a Celesc e informou que, com o ato, espera inspirar e potencializar parcerias similares com outras empresas, para fortalecer o FIA e o FEI. “Essa contribuição é muito importante e mostra que ainda podemos avançar muito nessas ações”, reconheceu.

As doações da Celesc atendem à Lei Federal 8.069, de 13 de julho de 1990,  que regula o benefício fiscal referente à doação de pessoas jurídicas a fundos para crianças e adolescentes, e a  Lei Federal 12.213, de 20 de janeiro de 2010; que trata sobre o benefício para fundos de amparo a idosos. 

Por Heda Wenzel (Comunicaz a serviço da Celesc)