Geral

Serviços ao
Consumidor

Notícias Celesc

01.03.18

Comitiva da ANEEL vem a SC conhecer ações do Plano de Resultados da Celesc

Grupo esteve na sede da Empresa, visitou a Subestação de Balneário Camboriú e elogiou o desempenho da distribuidora catarinense

 

Uma comitiva da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) visitou a sede da Celesc na quarta e quinta-feira (28 e 29), em Florianópolis. Entre os assuntos abordados, o encontro destacou as conquistas do primeiro quadrimestre (setembro a dezembro de 2017) do Plano de Resultados acordado entre a Empresa e a Agência Reguladora, com vistas ao cumprimento de metas em relação a indicadores técnicos, serviços comerciais, satisfação do consumidor, requisitos econômico-financeiros e segurança do trabalhador e da população.

aneel 02

O diretor da ANEEL, Tiago de Barros Correia (ao centro na foto), explica que a Agência está visitando as distribuidoras de energia não apenas para fiscalizar, mas também para orientar a busca de soluções que contribuam para o cumprimento das metas regulatórias de maneira eficiente. “Para isso, é necessário entender o dia a dia e as ações desempenhadas pela Empresa nesse sentido e, ao mesmo tempo, compartilhar soluções desenvolvidas por outras distribuidoras no país”, complementa.

Para o presidente da Celesc, Cleverson Siewert, o planejamento é um instrumento valioso para, a partir do esforço e do trabalho conjunto, garantir a melhoria contínua do desempenho corporativo. “O plano em curso também é uma oportunidade de fazermos mais e melhor e de alcançarmos resultados que já estão sendo reconhecidos, tanto pela sociedade (por meio das premiações conquistadas), quanto pelo mercado (com valorização das ações da Empresa)”, afirma.

aneel 07

O grupo visitou a Sala de Situação (foto), onde as ações programadas são monitoradas. Lá, tomou ciência da aplicação, no último quadrimestre do ano, de:

- R$ 35,6 milhões para redução no número de ocorrências e a decorrente melhoria dos indicadores de continuidade DEC (que mede a duração da interrupção do fornecimento de energia por unidade consumidora) e FEC (que afere a frequência dessas interrupções por unidade consumidora);

- Investimentos da ordem de R$ 3,6 milhões em 30 ações focadas na melhoria dos serviços comerciais e na satisfação dos consumidores.

- Aplicação de R$ 252 mil para a efetivação de 14 ações previstas na área de segurança do trabalho e da população, como inspeções, treinamentos, revisões contratuais e de processos, discussão do Sistema de Gestão em Segurança do Trabalho, de Procedimentos Operacionais, de Informatização de Processos, entre outras.

Os recursos fazem parte da estratégia da Empresa para melhorar, de forma efetiva, o atendimento prestado aos seus clientes em todo o estado. Em paralelo, também destina esforços para a redução de gastos operacionais.

Somente nos últimos quatro anos, por exemplo, foram inauguradas 13 subestações na área de concessão da Empresa. As obras fazem parte de um planejamento que visa, essencialmente, a maior robustez do sistema e a flexibilidade da operação, com a ampliação da malha elétrica existente e o “anelamento” do sistema. Além das grandes obras, a Empresa realizou investimentos em automação do sistema, com a implantação de 1.100 religadores, e na adoção de soluções inovadoras como o uso de rede compacta protegida na área rural para sistemas trifásicos e em medidas de manutenção preventiva de poda e roçada.

A fim de ampliar a eficiência e reduzir custos, a Empresa vem investindo em ações que visam maior sustentabilidade econômico-financeira, como adequações do Plano de Cargos e Salários e medidas pontuais que incluem a centralização de processos e a revisão de contratos com terceiros, além da intensificação do combate às perdas não técnicas (furto de energia) e a recuperação de receitas por meio da gestão da inadimplência. 

Durante a visita, Barros Correia elogiou a mobilização para alcançar as metas estabelecidas. “A impressão sobre o trabalho que a Celesc vem realizando em direção ao cumprimento das metas não poderia ser melhor. A conquista do próprio Prêmio IASC já comprova isso”, disse, em referência a mais recente avaliação promovida pela ANEEL, que reconheceu a Celesc como a 2ª melhor distribuidora do Brasil e do Sul do país, entre as que atendem mais de 400 mil unidades consumidoras, a partir de consulta aos clientes residenciais da Empresa.

Ainda na quarta-feira, a comitiva também esteve na Subestação de Balneário Camboriú, cujas obras de recapacitação foram inauguradas em janeiro e permitiram triplicar sua capacidade instalada, evitando a compra de um novo terreno e a construção de uma nova linha de transmissão. A obra é considerada pela Celesc um case na área de distribuição de energia, em virtude do tempo hábil para a sua execução e pela otimização de investimentos. O grupo visitou, ainda, a Rede de Distribuição Compacta da Lagoa da Conceição, em Florianópolis, cuja proteção diminui a chance de queda de energia, aumentando a confiabilidade do sistema e, consequentemente, melhorando os índices DEC e FEC.

Além do diretor Tiago de Barros Correia, também estiveram em Florianópolis participando da visita oficial da ANEEL o superintendente de Regulação dos Serviços de Distribuição, Carlos Alberto Calixto Mattar, o superintendente adjunto de Fiscalização dos Serviços de Eletricidade, Giácomo Francisco Bassi Almeida e a assessora Heloísa Lins Muniz Dubeux.

 

Por Heda Wenzel (Comunicaz a serviço da Celesc)