Distribuicao 01

Outros

Como solicitar o ressarcimento de danos em equipamentos elétricos?

Acesse o nosso site em Indenização de Danos em Equipamentos Elétricos e saiba como proceder.

Onde consigo informações referentes ao padrão de entrada?

Acesse nosso site em Normas Técnicas/Padrão de Entrada/Normas N-321.0001 – Padronização de Entrada de Energia Elétrica de Unidades Consumidoras de Baixa Tensão. O padrão de entrada deverá seguir o que está escrito nessa especificação.

Como solicitar uma Certidão Negativa de Débito?

A solicitação da CND deve ser feita pelo cliente à Secretaria da Fazenda do Estado de Santa Catarina, por meio do site www.sef.sc.gov.br. A Celesc recebe o pedido via sistema, faz as devidas verificações e, sendo o caso, emite a CND por meio do mesmo site. Não há outro meio de acesso à CND, por determinação da própria Secretaria da Fazenda.

A Celesc emite a declaração anual de quitação de débitos?

Sim, em conformidade com a Lei 12.007/2009, de 29 de julho de 2009, que dispõe no seu art.1o que todas as pessoas jurídicas prestadoras de serviços públicos ou privados são obrigadas a emitir e a encaminhar ao consumidor declaração de quitação anual de débitos.

Como consigo uma 2ª via da declaração anual de quitação de débitos?

Uma segunda via da declaração anual de quitação de débitos poderá ser impressa em uma unidade de atendimento presencial, com os números da unidade consumidora, CPF/CNPJ e Carteira de Identidade do titular ou do representante legal. Somente o titular da UC ou seu representante legal pode solicitar.

Posso solicitar o cancelamento da coleta de lixo da fatura de energia elétrica?

A coleta de lixo era cobrada por meio do carnê do IPTU. A prefeitura do município firmou convênio com a Celesc para cobrança desse valor na fatura de energia elétrica. A Celesc pode cancelar a cobrança, mas não se responsabiliza por valores futuros que poderão ser cobrados pela prefeitura. Maiores esclarecimentos poderão ser obtidos junto à prefeitura.

O que é furto de energia ou fraude?

Furto de energia é quando a energia é utilizada diretamente da rede elétrica, sem o conhecimento e a autorização da concessionária. São os famosos “gatos”. Fraude é quando o cliente rompe os lacres da sua medição e manipula o consumo do seu medidor de energia.

Ambos são crimes previstos no Código Penal: a fraude no artigo 171 (estelionato) e o furto no artigo 155. A pena para esses crimes é de um a quatro anos de reclusão. Também são cobrados os valores do período fraudado acrescidos de multa. Quando a fraude ou o furto são descobertos, o responsável pode ter o seu fornecimento de energia suspenso. Quem frauda energia pode pagar caro, gerando prejuízos e colocando em risco toda a comunidade ao redor.

O que a Celesc faz para combater a fraude?

A Celesc possui técnicos experientes, que monitoram as suspeitas de fraude. Uma vez encontrada a fraude, a Celesc tem garantido por lei o direito de inspecionar o medidor e eliminar as possíveis irregularidades.

Como faço para denunciar uma fraude?

Você pode denunciar uma fraude ligando para o teleatendimento 0800 48 0120. Você não precisa se identificar, o importante é que seja informado o endereço de incidência do furto.

Como proceder o cadastramento de unidades consumidoras com uso de equipamento vital (oxigenoterapia)?

O titular da unidade consumidora que possui usuário de oxigenoterapia domiciliar, de posse do atestado médico, deverá efetuar o cadastramento junto a Celesc por meio do teleatendimento 0800 48 0120 ou em uma unidade de atendimento presencial.

De acordo com o §7º do art. 27 da Resolução Normativa nº 414/10 da ANEEL, "A distribuidora deve cadastrar as unidades consumidoras onde pessoas utilizem equipamentos elétricos essenciais à sobrevivência humana, após solicitação expressa do titular da unidade consumidora, mediante comprovação médica".

Qual a finalidade do contrato de adesão?

O contrato de adesão é destinado a formalizar as relações entre a distribuidora e o responsável por unidade consumidora do grupo B.

Como consigo uma 2ª via do contrato de adesão?

Uma segunda via do contrato de adesão poderá ser impressa em uma unidade de atendimento presencial, com os números da unidade consumidora, CPF/CNPJ e Carteira de Identidade do titular ou do representante legal. Somente o titular da UC ou seu representante legal pode solicitar.